terça-feira, 28 de dezembro de 2010

,

A muito tempo , á alguem tempo , perdi o meu tesouro , perdi a minha razão de viver , alguém ao qual dizia que era o meu bem , o meu amor , alguém que diz que tenho um coração grande , um coração que te esta a dar uma 2º opurtinidade para me fazeres feliz , quero que me faças feliz com fizes-te , quero que digas que me amas , quero voltar para ti , quero voltar para os teus braços , não quero ligar ao que os outros dizem , quero ser EU&TU sem fim , sem fundo , sem final possivel , minha vida morreu , minha vida deixou de ter sentido , sem ti , sem aqueles momentos lindos , em que era só eu e tu , em que era o país das maravilhas , tudo era tão diferente , o meu coração á muito tempo que tem uma espaço para ti , um espaço que diz o teu nome , um espaço em que muitas vezes queria que estivesses , estivesses a meu lado , estivesses a abraçar-me , queria completar-me ...
Vivi , morri , VOLTEI ! Sim , agora voltei , porque estou a ver que tudo vai voltar , não sabia que o passado poderia voltar a ser presente , tenho tanta coisa para dizer , coisas que deixei por dizer a muita gente !
Não , não me voltas-te a conquistar , mas sim , nunca deixei de estar encantada , encantada , não por varinha de condão , de histórias de fadas , mas sim por algo que nunca deixou de existir , nada morreu , simplesmente hibernou , para acordar com mais força do que nunca @'
VOLTEI , MALTA VOLTEI , voltei a ser eu mesma , voltei a estar livre , puder voar por mundos e fundo , e puder voltar para perto de quem mais amo ... Estive tempo ausente , ausente de mim mesma , fazia coisas que já mais pensaria , deixei gente para trás sem razão , estive á beira de perder o meu melhor amigo ...
Desculpem por tudo , quero completar todos os buracos do meu coração , gente que arranquei de mim sem querer , gente que amo mas que sairam de mim por actos meus ... Sei que errei mas agora estou presente , estou presente para tudo !
Hoje sinto vontade de dormir, deixar-me envolver em pensamentos, afundar-me na mágoa e esquecer que existo, que alguma vez existi, que nunca pisei a terra. Quero ir para o paraiso, o meu mundo, onde faço e digo tudo o que quiser, o meu cantinho que me aconchega naqueles dias (...). Quero sonhar!

Sem comentários:

Enviar um comentário