segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Estou certa de que esteijas bem, mas mais uma vez vou escrever e descrever aquilo que vai na minha cabeça e na minha alma. Esperei toda a vida por alguém como tu, e agora que á pouco chegaste eu já te perdi. Dizes que jamais irás esquecer tudo o que passamos. Eu digo-te que jamais esquecerei a primeira vez que te vi, o nosso primeiro beijo, o bater descontrolado do meu coração cada vez que caminhava ao teu encontro. Desde que sugiste no meu caminho, parecia impossível imaginar-me sem a tua constante presença. Como agora já coloquei tudo no lugar e reflecti, agora descobri que criei um mundo a tua volta, mundo esse que faz tempo que desabou. Sem ti, muitas das vezes falta-me o chão, falta-me a segurança que me transmitias a cada sorriso marcado na tua fase delicada. De tudo o que escrevo e recentemente tenho escrito és sempre tu a inspiração, aquele que rebenta o meu coração repleto de sentimentos e maguas. Não vou conseguir esquecer-te, de maneira alguma. Não vou! Parece estranho, pois jamais pensaria que teria de escrever algo deste género, a implorar para que voltes. Por vezes dás 1 passo em frente, por outras dás 2 atrás... Estou a tentar viver normalmente sem ti, é difícil. Estou confundida, igualmente como tu estás. A tua ausência fez um imenso estrago na minha vida. Estou a sofrer tanto sem saber porque me abandonaste daquela horrível maneira. Mas agora não vou mais pensar em possíveis motivos, não quero mais saber as razões porque me deixaste. Juro que nunca pensei que a falta dos teus carinhos iriam maltratar-me tanto. Não quero forçar-te a nada, só quero saber: Sempre voltas?

2 comentários:

  1. está tão bonito e sentido o:
    força ! se gostas verdadeiramente dele, luta e não baixes os braços.

    ResponderEliminar
  2. Bia... acho que sei o que estás a sentir mas penso que não deves baixar os braços...
    Se já resultou uma vez porque não resultar outravez?
    Sei que agora nem melhores amigos são mas da-lhe o espaso que ele precisa e depois com calma falam e resolvem tudo, ou se não resultar já sabes que tens que o tirar da cabeça...
    Miúda sei que não somos amigas, apenas conhecidas mas sempre que precisares podes contar comigo sei que não será facil confiar em mim como não me conheces mas já sabes. beijo...

    ResponderEliminar