quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Eu podia estar a culpar-te por me sentir assim, podia culpar-te por sentir vontade de ir embora... Mas do que me adianta? Apenas o que me irias oferecer era compaixão, ou até nem isso. Seria apenas este o resultado que iria obter de ti com a minha forte melancolia. E para que queria eu a tua compaixão se ela para mim não é suficiente? A tua compaixão não ía fazer esta dor cá dentro diminuir, muito pelo contrario, iria doer ainda mais. Sabes, a culpa foi minha. Foi minha quando te inclui em todos os meus planos, quando vivi a nossa vida e esqueci que apesar de tudo, eu ainda tinha a minha vida e precisava cuidar dela para que no final, se tu fosses embora, eu ainda me teria. A culpa foi minha, sim. Apesar, de toda a primavera acabar, eu achei que tu fosses a primeira primavera da história que seria eterna. Que burra que fui. A partir daqui não vejas muito empenho da minha parte, pois, não sei como fazer-te voltar... Não vou mais admitir que ainda te amo ou que sinto a tua falta, isso já não te interessa. Agora, vou ter apenas de ignorar, fingir que não vi, que não li absolutamente nada. Mesmo que doa, e pelo meu bem. Se for para chorar, que seja sozinha, sem ninguém por perto a perguntar o que se passa... Porque eu queria que fosses tu a perguntá-lo, e sei que isso não vai acontecer. Mas, o mais estranho é que ainda tenho esperança ou medo que tu voltes por ti mesmo. E sabes porque? Porque, tu me amavas tanto. Ou então era eu, vivendo ilusões.

quarta-feira, 23 de maio de 2012


Querem saber? Ele aguenta todas as minhas crises, todas as minhas manias, reclamações, momentos de tristeza e permanece sempre a meu lado . É difícil imaginar o que poderá acontecer daqui em diante, mas digo que para onde ele for... Eu irei com ele. Eu não sei se já lhe disse o quão bom é o seu abraço, o quanto é macio o seu beijo, o quão bom é o seu cheiro. Eu amo quando ele entrelaça as suas mãos nas minhas e quando me olha nos olhos e diz que me ama. Eu faço questão de dizer isto, porque não se já o disse. Será que ele sabe que é tão difícil dormir sem o ter ao meu lado? Mas sim, é difíil. Sem os seus abraços, os seus beijos, sem as suas mãos passando pelo meu rosto e meu chamando de "meu bem". Eu amo-o de todas as maneiras e feitíos, de todos os jeitos, ele é tudo para mim. Não, eu não estou a exagerar, eu amo-o mesmo. Só eu sei o tamanho do meu amor, e acredito no tamanho do NOSSO amor. Se eu morrer primeiro que ele, eu serei seu anjo, irei cuidar dele, estiver onde estiver nunca o irei deixar, sempre estarei do seu lado. Mas eu vou-o esperar lá em cima ta? Vamos cumprir o que a gente prometeu, o 'para sempre'. Eu nunca o deixarei sair da minha vida, não vou deixar ele ir embora. Não importa o que os outros dizem ou pensam, o nosso amor há-de vencer todos os obstáculos que existirem.E todos os momentos, as caricias, o simples fato de estar com ele, é tão bom que eu já não consigo me ver sozinha {♥}

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Olha, já estou bem convencida que não presiso mais de ti, não preciso mais da tua companhia, nem daquelas palavras clichês que tu nunca disses-te, e muito menos do teu amor. É interessante como a vida costuma trazer para o presente quem deixamos no passado, é engraçado como as pessoas teimam em aparecer quando não gostamos mais delas, e o mais engraçado é que a maioria das pessoas acham que temos a obrigação de aceitá-las na nossa vida novamente. Aprendi a fazer o que muita gente fez comigo, aprendi a esquecer e seguir em frente e não olhar para trás, aprendi a respeitar-me e a ser feliz . Aprendi a desligar-me dos outros e pensar um pouco mais em mim, a amar quem me ama. Demorou ao perceber isso, mas consegui e foi assim que consegui passar á frente, estar aqui , sim aqui, em cima , feliz ! Eu dei-te valor e tu mentis-te me a todo o tempo, eu dei-te valor e tu brincas-te com os meus sentimentos. E agora ? Voltas? Tarde demais. Coloquei todas as nossas recordações fora de meu coração, presiso de espaço para momentos, atitudes de alguém que realmente merece todo esse espaço que tu ocupavas.... Eu não sei como explicar , mas ele veio, ele ficou e então percebi que era ele, eu juro que percebi. Digam o que quiser mas para mim conta o que esta cá dentro, o sentimento, ele dá-me tanta segurança, não é maluqueira minha mas, ele esta a tornar-se cada vez mais importante na minha vida. Cada vez que veijo a janela dele no msn subir sinto-me feliz, eu gosto de falar com ele, rir com ele, isso me faz tão bem, ele é tão doce, tão bom para mim, quero que dure o máximo que der, e espero que esse máximo seija no dia em que um de nós deixar de existir. ♥

Kiss, kiss